sexta-feira, 13 de agosto de 2010

SEXTA-FEIRA 13 - VOCÊ TEM MEDO???

Por que muita gente tem medo do gato preto, do número treze e do mês de agosto? Será que uma ferradura velha, um galho de arruda ou uma pata de coelho podem trazer sorte?
Certa vez um pastor foi ver a casa nova que seu amigo havia construído. A primeira coisa que ele observou foi uma cabeça de boi colocada em cima do chiqueiro de porco. Perguntou ao dono da casa porque ele fizera aquilo, e ele lhe respondeu dizendo que era para proteger a criação do mau-olhado. E o pastor então disse para ele, em tom de brincadeira: “Nesse caso você deveria ter deixado os chifres, pois como essa cabeça de boi vai espantar mau-olhado se você lhe tirou os cifres? Sem chifres o boi não pega!”
No interior é muito comum se ver cabeça de boi no chiqueiro de porco ou ferradura velha na soleira da porta. Achamos isso ridículo. Mas as pessoas que fazem isso acreditam realmente que essas coisas dão sorte e protegem o lar e a criação.
Porém, não é somente gente simples que acredita nessas coisas. Também pessoas da alta sociedade estão cheias de superstição. Reparem uma vez como muitos jogadores entram em campo: sempre com o pé direito, colocando a mão no chão. Se um determinado tipo de roupa deu sorte, continuam usando a mesma roupa para continuarem tendo sorte. Muita gente não passa debaixo da escada, não varre a casa de noite, tem medo do gato preto e evita o número treze, pois acham que isso traz azar.
São coisas aparentemente simples e inocentes, mas que expressam uma grande ignorância e muita falta de fé. Se essas pessoas confiassem em Deus, pensassem um pouco e soubessem o perigo que isso representa, não fariam isso. Pois a superstição, embora pareça ser uma coisa inocente, é um poder espiritual que escraviza a pessoa, enchendo-a de medo e pavor. É que por detrás de toda superstição está o poder de Satanás, procurando por todos os meios afastar o ser humano de Deus.
Em 1 Coríntios 10 o apóstolo Paulo fala das coisas sacrificadas aos ídolos, pedindo aos cristãos que se afastem delas. Então ele pergunta: “O que eu quero dizer com isso? Que o ídolo ou o alimento oferecido a ele tem algum valor?” E ele mesmo responde, dizendo: “É claro que não. O que eu estou dizendo é que aquilo que é sacrificado nos altares pagãos é oferecido aos demônios e não a Deus. E eu não quero que vocês tomem parte com as coisas dos demônios”.
Em outras palavras, Paulo está dizendo que o ídolo não tem nenhum poder em si. O que está por detrás dele e faz ele parecer ser alguma coisa é o diabo, que engana e seduz.
É o que acontece com a superstição. Uma cabeça de boi, um horóscopo, a recitação de algumas fórmulas mágicas, não tem nenhum poder em si. Mas por detrás dessas coisas existe uma grande força.
E a pessoa que acredita nisso e se vale dessas coisas, paga um preço muito alto pelas suas superstições. Além de perder o sossego e o interesse pelas coisas de Deus, vive em constante pavor.
E para livrar a pessoa dessa situação só há um remédio: a fé em Cristo Jesus. Diz o Salvador Jesus: “Se vós permanecerdes na minha palavra, sois verdadeiramente meus discípulos; e conhecereis a verdade e a verdade vos libertará” (João 8.32).
Se você é supersticioso, tem medo de gato preto, de mau-olhado, do número treze e muitas outras coisas, confie em Jesus. Só Cristo pode libertar você de todos os medos e lhe trazer paz ao coração. Com Cristo no coração, todos os medos desaparecem.

Lindolfo Pieper
Jaru, RO – Brasil
Igreja Evangélica Luterana do Brasil

Nenhum comentário:

CLIQUE E VEJA AS NOVIDADES DA SBB!